“não era pra ser parto normal?” putz! SE ERA! como eu queria isso (só Deus sabe o QUANTO). até mudei de médico aos quase 8 meses por uma ótima indicação e coisa&tal.

mas não deu. meu filhote só pensava em crescer-crescer-engordar e não dava NENHUM sinal que iria nascer! eu já estava com 41 semanas de gestação, com placenta ainda grossa, cheia de líquido, zero de contração… e ele lá com 4 kg… se eu fosse esperar o tempo dele, com certeza ele nasceria com mais de 5kg. e aí, bem…, o médico achou melhor eu não seguir em frente com a idéia de ter um bebê maior do que eu podia parir.

chorei-chorei-chorei. me senti completamente frustada… e pra ajudar, no dia seguinte da decisão do médico já seria o nascimento do meu bebê. às 6h da matina!! nem tive tempo pra me acostumar com a idéia! 😦

e foi assim. e é claro que me esqueci disso tudo assim que estava me preparando pra cesária. pensei “foda-se! o importante será ele nascer forte e com muita saúde. não importa como”. e a cirurgia deu certo. e a enfermeira me mostrou ele todo sujinho e olhei (já) completamente apaixonada. e o beijei-beijei-beijei. e minha sobrinha Bia assistiu tudo ao lado do médico e veio pertinho de mim chorando e dizendo “como ele é lindo!”. e me recuperei super bem, graças à Deus! tomei banho sozinha e achei a dor beeem mais tranquila do que a da retirada do apêndice (mas é claro que iria ficar beeem melhor se tivesse feito parto normal. sei disso.)

e hoje procuro nem pensar muito nesse assunto. ainda é difícil saber que não senti nenhuma contração, não senti a bolsa romper… essas coisas. mas, por outro lado, tenho ele saudável aqui no colo. e sei que ele veio ao mundo do jeito que ele deveria vir mesmo.

Anúncios