“Aquele que Me percebe em todos os lugares e Me vê em tudo, nunca passa desapercebido por Mim, nem Eu por ele. Este iogue permanece eternamente em Mim, ancorado na unidade divina e, qualquer que seja o seu modo de vida, percebe-Me permeando todos os seres. Oh Arjuna! O melhor tipo de iogue é o que sente pelos outros, seja na dor ou no prazer, o mesmo que por si próprio.”

(Bhagavan Krishna, Bhagavad-Gita 30-32)

Anúncios