gente amiga, não vou voltar pra SP, não. pelo menos AINDA não. tô curtindo a vidinha aqui! adorando passear com o Pedroca pela cidade, jogar meu voleizinho no clube, sair pra trabalhar com 10 minutos de antecedência…

 o engraçado é que minha cidade tem apenas 3 prédios, sendo que um está inativo há quase 20 anos. HAHAHAHA. e eu volto de SÃO PAULO e vou trabalhar justamente na cobertura de um? tava crente que iria trabalhar num casarão antigo. mas aqui estou eu novamente pegando “trânsito de elevador”. todosantodia.

+++

nem contei, mas meu primeiro trabalho aqui foi numa fazenda (Fábrica de Palmito!). e bem do ladinho da minha mesa, quase aos meus pés, estava o Fradique. um cachorro do tamanho de um são bernardo, véééééio e cegueta. era um charme só finalizar meus relatórios e contar com aquele peludo-fofo por perto. eu olhava pra ele e imaginava minhas amigas zel e may vivendo aquilo tudo. quase surreal: computador, cão, janelão, vista LINDA de fazenda, sabe? parênteses: só tinha que tomar cuidado pra não levantar e sair andando na frente dele. ele já tinha mordido a bunda de TODOS os funcionários da empresa! só que não doeu pq ele não tem mais dentes. hehehe. mas agora estou em outra empresa. mais urbana (hehehe), cheia de gente, correria, relatório e idas pra SP (logo-logo!).

+++

Pedro tá falando pelos cotovelos. é bonito ver as palavras nascerem pela boquinha dele. e todo dia tem uma diferente! ele fica pela manhã com uma babá (com supervisão da vovó) e à tarde vai pra escolinha. e é lá que ele mais se diverte, brinca, canta, come areia… e quando vou buscá-lo, abre os bracinhos gordos e vem correndo em direção a mim. e eu, que sempre sonhei com esse momento, quase desmaio de tanta emoção.

+++

a única coisa que gostei dessa copa, que pro Brasil acabou hoje, foi ver o Pedroca com a camiseta verde-amarela, assoprando cornetinha que a avó deu, gritando GOOLLLL pra TV (sem entender n.a.d.a)… essas coisas. o resto? nem sei.

Anúncios